MercadoNotícias

Palmeiras fez consulta para contratar Calleri

O Palmeiras consultou a situação do centroavante Jonathan Calleri. Segundo informação do jornalista Mauro Cezar Pereira, o Verdão, que na época buscava a contratação de um jogador da posição, sondou o argentino em meados de 2017, quando ele estava no West Ham, da Inglaterra.

Um ano antes, o camisa 9 havia se destacado defendendo as cores do São Paulo, equipe pela qual atuou por empréstimo. Nos gramados britânicos, no entanto, o cenário foi bem diferente e ele não conseguiu se firmar. A avaliação por lá, inclusive, era de que o artilheiro tinha limitações técnicas.

O interesse do Alviverde acabou esbarrando no desejo do jogador de permanecer no futebol europeu. Ele e o seu estafe entendiam que não era o momento certo de retornar a América do Sul, mas sim tentar uma afirmação nos gramados do Velho Continente.

Pouco depois, o atacante foi cedido para algumas equipes da Espanha: Las Palmas, Alavés, Espanyol e Osasuna. Em 2021, acertou o seu retorno ao São Paulo, por empréstimo em um primeiro momento e na temporada seguinte sendo negociado em definitivo pelo Deportivo Maldonado, do Uruguai.

Palmeiras busca centroavante no mercado

O Palestra está ativo na janela de transferências. O volante Aníbal Moreno e o atacante Bruno Rodrigues já foram anunciados e ao que tudo indica o próximo será o lateral-esquerdo Caio Paulista.

As aquisições do Verde não devem parar no trio e outras peças devem chegar ao Allianz Parque para fortalecer o plantel do técnico Abel Ferreira. Uma das pretensões do clube é a contratação de um centroavante de ofício, característica ausente no plantel atual.

Vitor Gonçalves

Paulista, jornalista em formação. Apaixonado por futebol e por palavras, faço o que mais gosto (falar sobre o esporte bretão) por meio do que considero ser meu ofício (a atividade jornalística). Ambos, jogo e jornalismo, vão além de suas aparências (pessoas correndo atrás de uma bola e noticiando fatos) e, na verdade, são reflexos do social – eu sou um produto dessas duas coisas e de outras tantas que também as compõem.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo